categorias

  • movies
  • Music
  • Photos
  • videos
  • Works
  • arquivos

  • tag cloud

  • Premio Trip Transformadores 2010

    Ontem ocorreu a entrega do Premio Trip Transformadores 2010 no Auditorio do Ibirapuera (que é um show a parte).

    Foram homenagiados 13 pessoas que de alguma forma transformaram vidas e/ou inspiraram surgimento de outros transformadores.

    Muitos dos projetos apresentados, eu vi como um trabalho de formiguinha. E geralmente as formiguinhas são persistentes e muito resistentes. Sem contar em sua força.

    Tive o prazer de estar entregando o premio a uma destas formiguinhas, mas na verdade minha honra maior foi poder conhecer todas elas. Uma oportunidade que tenho que agradecer ao Paulo Lima, que me convidou e me deu esta honra.

    Foto: Daigo Olica
    Foto: Daigo Oliva
    Foto:Daigo Oliva
    Foto: Daigo Oliva
    Projetos encantadores como o Cooperifa, Fundação Casa Grande e o Instituto Arapoti faz a gente parar e refletir naqueles obstaculos que colocamos para não fazer algo diferente, refletir sobre a nossa “Falta de tempo”, sobre o que temos e ganhamos na nossa vida.
    Analisar sobre aquilo que realmente tem valor.
    A Premiação teve participação das cantoras Céu, Karina Buhr e Marina de La Riva.
    Tenho certeza que este trabalho de Formiguinhas Titãs esta aumentando a cada dia .
     

    Bons filmes

    CRASH –  NO LIMITE

    Até que ponto você se conhece?

    Questionador, Crash – No Limite, escrito e dirigido por Paul Haggis (roteirista de Menina de Ouro) mostra uma visão agressiva e perturbadora das complexidades que envolvem as questões raciais na América contemporânea.
    Ao mergulhar de cabeça nas confusões ideológicas nascidas no pós 11 de Setembro em Los Angeles, este drama urbano desenha as inconstantes intersecções entre personagens pertencentes a diferentes etnias, que lutam para superar seus medos enquanto suas vidas se cruzam.
    Uma dona-de-casa e seu marido, um promotor público, uma lojista de origem árabe, dois detetives da polícia, um diretor de televisão afro-americano e sua esposa, dois policiais, um chaveiro mexicano, dois ladrões de carro, um casal coreano de meia idade. Todos vêem suas vidas colidindo após uma série de eventos inevitáveis, no período de 36 horas, com conseqüências surpreendentes.

    BABEL

    Um incidente trágico envolvendo um casal americano em Marrocos gera uma cadeia de acontecimentos em quatro famílias, em quatro continentes diferentes. Ligados por circunstâncias mas separados por continentes, culturas e línguas, cada personagem descobre que é a família que, em ultima análise, providencia consolo.

    Nas areias longínquas do deserto Marroquino, ouve-se um tiro de espingarda – detonando uma série de acontecimentos que ligam um casal de turistas americano, numa luta frenética para sobreviver, dois rapazes marroquinos envolvidos num crime acidental, uma ama atravessando ilegalmente a fronteira para o México com duas crianças americanas e um pai de uma adolescente japonesa procurado pela policia em Tóquio. Separados por choques culturais e distâncias desiguais, cada um destes quatro grupos distintos, mesmo assim, avança tumultuosamente para um destino compartilhado de isolamento e de dor.

    Em apenas poucos dias, cada um enfrentará a sensação vertiginosa de estar verdadeiramente perdido – perdido no deserto, perdido no mundo, perdido de si próprio– enquanto são empurrados para os pontos mais longínquos de confusão e medo mas também para as profundezas das relações e do amor.

    O SEGREDO DE SEUS OLHOS

    Durante 25 anos um crime permaneceu sem solução na memória de Benjamín Espósito. Agora, bem mais maduro, ele decide voltar a essa história, questionando de novo aquele passado de amor, morte e amizade. Porém, essas recordações, postas em liberdade, lembradas tantas vezes, mudaram sua visão desse passado. E reescreverão seu futuro.

    Já assisti estes filmes e realmente posso indicar.

     

    In the Deep – Bird York

    Esta é uma coletanea de imagens de bons filmes que estarei postando em seguida. A música é de um outro filme maravilhoso.

     

    MirrorMask

    Este filme é muito bom!!!

    Esta cena é incrivel. Amo esta musica e nesta versão ainda mais.

     

    Mad World

     

    Mais um pouco de India

    Encontrei muitos templos no meio da estrada. Em meio apenas ao verde.

    Esta foi minha primeira imagem durante o dia. Um andaime de bambu…..

    Incrivel como eles tem coragem de subir apenas de chinelo num andaime deste.

    A comida indiana é muito saborosa. Pude viajar pela India no paladar. Conheci a comida do deserto, a comida vegetariana, a com carne….a comida servida nas estações de trem….

    Este lanchinho é possivel comprar nas estações de trem sem se quer sair do trem.

    A pimenta esta sempre presente nas refeições…

    Esta é uma parte da maior lavanderia de Mumbay. Ela é enorme.

    É bem interessante parar e ver como aqueles homens lavam as roupas.

    TEm uma determinada hora, só se vê varais repletos de roupas….

    A noite, na porta de quase todos os restaurantes se encontra homens com uma barraquinha como esta vendendo “Paan”

    Uma folha recheada com ervas  para se mastigar , é um refrescante do hálito e, para fins digestivos também.

    Ele é oferecido aos hóspedes e visitantes como um sinal de hospitalidade (após as refeições em ambas as ocasiões pessoal e social) e no início dos eventos

    sociais. Tem um valor simbólico em cerimónias e eventos culturais na Índia e sudeste da Ásia.

    O paladar no começo é bem estranho, bem forte. Os homens são seus maiores apreciadores.

    Outra coisa bem comum de se ver pelas ruas, são apresentações de teatro, malabarismo, musica…..

    os artistas vão passando pelas ruas, param em um determinado ponto, fazem sua apresentação, passam o chapeu e depois continuam sua caminha.

    Eles devem seguir ao pé da letra a música “…todo artista deve ir a onde o povo esta…”

    Esta menininha esta com seus dois irmãos, vieram pela rua tocando uma música muito animada, com instrumentos improvisados.

    Pararam em frente a galeria que eu estava trabalhando, enquando a irmã mais velha martelava a rua para fixar a corda no ritmo da música que seu irmão mais velho tocava, a menininha ficou sentada parecida com um passarinho.

    Tudo muito improvisado, mas a pequena deu um show embalado pela musica que seus irmãos mais velhos tocavam.

     

    Um local mágico na França

    Um lugar tão especial, e uma amiguinho peludinho muito especial também. Ele ficou acompanhando minha caminhada

    Um local tão magico e inspirador….

    O clima também ajudou muito a deixar esta viagem ainda mais encantadora.

    E esta é uma das grandes figuras que podemos encontrar pelas ruas de Paris.

    Todas as viagens são encantadoras, apenas temos que ter os olhos “abertos” para vermos assim.

     

    Uma casa no campo

    Esta casa é maravilhosa, parece ter saido de um daqueles livros magicos com capa de couro e paginas amareladas….

    O lugar parece ser tão calmo, com noites claras cheias de estrelas…..

    É uma casa assim que eu quero.

     

    Esculturas de Manteiga

    Vipula Athukorale, um chef de cozinha do Siri Lanka, radicado em Leicester, na Grã-Bretanha faz esculturas incriveis em manteiga.

     

    Arvores

    Como as arvores tem o poder de contar historia…e nos ensinar muitas coisas.

    Olhar para uma arvore como esta nos faz parar para refletir.

    Mesmo quando sofrem algum tipo de dificuldade em seu crescimento, elas aprendem a transformar as dificuldades em forças para continuarem

    a crescer . Com isto se tornam ainda mais belas.

    Como é incrivel a fonte de inspiração que as arvores podem nos dar.

    Estas arvores parecem fazer parte das construções.

    Amaria viver em um local assim.

    Um jardim de arvores ou cogumelos???

     
    Page 10 of 13« First...89101112...Last »